Esportes

FUTEBOLZINHO: BRASIL NÃO CONSEGUE VENCER O SENEGAL

A seleção brasileira segue sem saber o que é vitória depois da conquista da Copa América em casa, em julho. O time comandado por Tite empatou em 1 a 1 com Senegal, nesta quinta-feira, em amistoso disputado em Singapura, e chegou a três partidas sem triunfar. Firmino abriu o placar com um golaço, e Diédhiou empatou cobrando pênalti sofrido por Mané depois de bela jogada.
JEJUM INCÔMODO
O empate desta quinta-feira é o terceiro tropeço seguido do Brasil, que havia empatado com a Colômbia e perdido para o Peru em setembro. O incômodo jejum de três jogos sem vencer é o maior em mais de seis anos. A última vez que isso aconteceu foi na virada de 2012 para 2013, quando a equipe chegou a ficar cinco partidas sem triunfar, sob os comandos de Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari – na ocasião, perdeu para Argentina e Inglaterra e empatou com Colômbia, Itália e Rússia.
ATUAÇÃO SEM BRILHO
Alterações de Tite não mudaram desempenho do Brasil
Escalada basicamente com a equipe que ganhou a Copa América em casa, a seleção brasileira teve mais uma atuação sem brilho. Depois de um bom começo, em que criou chances e abriu o placar com um golaço de Firmino, o time caiu de produção e passou a sofrer diante da marcação de Senegal, que também buscou o ataque e chegou a ter maior posse de bola. O gol sofrido no fim do primeiro tempo premiou a estratégia de Senegal, que teve as melhores chances em um segundo tempo em que as alterações de Tite não mudaram o panorama da partida.
100 JOGOS, MAS SEM GOL
Neymar em ação no amistoso Brasil x Singapura
Neymar completou 100 jogos pela seleção brasileira no amistoso desta quinta-feira, mas não conseguiu balançar as redes. O camisa 10 do Brasil não teve uma atuação de destaque, e apesar de algumas boas jogadas, sendo sempre bem marcado, acabou cometendo muitos erros.
OS ESTREANTES
Estreante Matheus Henrique entrou no lugar de Arthur
Tite promoveu a entrada de dois estreantes no segundo tempo do duelo contra os senegaleses: Matheus Henrique entrou em campo no lugar de Arthur, e Renan Lodi substituiu Alex Sandro na lateral esquerda. Os dois, entretanto, não tiveram destaque em meio ao desempenho irregular da equipe.
DEU TRABALHO
Craque e referência de Senegal, Sadio Mané fez aquilo que se esperava dele. Com companheiros de bom nível, em uma equipe bem armada por Aliou Cissé, o astro do Liverpool caiu sempre pelo lado esquerdo e deu trabalho à defesa brasileira. Ele fez a ótima jogada que – começando ainda no campo de defesa – terminou com um pênalti de Marquinhos e permitiu o empate senegalês.
OS PRÓXIMOS PASSOS
A seleção brasileira terá a chance de encerrar seu jejum de vitórias no próximo domingo, quando enfrentará a Nigéria em novo amistoso em Singapura, às 9h (de Brasília). Depois, o time só volta a campo em novembro, para a última Data Fifa de 2019, quando enfrentará a Argentina e a Coreia do Sul (adversário ainda não confirmado).

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2019

Mais uma rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2019 foi realizada nesse final de semana.
Aqui você confere tudo, os resultados e a classificação. Veja:

23ª Rodada
São Paulo-SP 2×1 Fortaleza-CE
Vasco da Gama-RJ 0x1 Santos-SP
Grêmio-RS 0x0 Corinthians-SP
Bahia-BA 1×2 Athletico -PR
Cruzeiro-MG 1×1 Internacional-RS
Chapecoense-SC 0x1 Flamengo-RJ
Ceará-CE 0x1 Goiás-GO
Palmeiras-SP 1×1 Atlético-MG
Botafogo-RJ 0x1 Fluminense-RJ
CSA-AL1 3×1 Avaí-SC

CLASSIFICAÇÃO PG JG VI SG
1 Flamengo-RJ 52 23 16 28
2 Palmeiras-SP 47 23 13 21
3 Santos-SP 44 23 13 11
4 Corinthians-SP 42 23 11 12
5 São Paulo-SP 39 23 10 9
6 Internacional-RS 38 23 11 7
7 Bahia-BA 37 23 10 8
8 Grêmio-RS 35 23 9 12
9 Athletico -PR 34 23 10 10
10 Goiás-GO 33 23 10 -9
11 Atlético-MG 31 23 9 0
12 Botafogo-RJ 27 23 8 -6
13 Vasco da Gama-RJ 27 23 7 -9
14 Fortaleza-CE 25 23 7 -8
15 Fluminense-RJ 25 23 7 -9
16 Ceará-CE 23 23 6 -2
17 CSA-AL 22 23 5 -20
18 Cruzeiro-MG 20 23 4 -14
19 Avaí-SC 16 23 3 -23
20 Chapecoense-SC 15 23 3 -18

Flamengo vence Chapecoense e atinge recorde histórico no Brasileirão

O Flamengo alcançou uma marca histórica ao vencer a Chapecoense, na manhã deste domingo, na Arena Condá. Com o triunfo, a equipe de Jorge Jesus atingiu 52 pontos e conseguiu a maior pontuação de um clube após 23 rodadas no Brasileirão.

O resultado fez com que o Rubro-Negro deixasse para trás equipes como o o São Paulo de 2007, o Cruzeiro de 2013, o Corinthians de 2015 e de 2017, todos com 50 pontos. O clube carioca também ultrapassou todos esses times em número de vitórias. Já são 16, contra 15 dos antigos campeões.

O Flamengo volta a campo na próxima quinta-feira, diante do Atlético-MG, às 20h, no Maracanã.  Do O Dia!

ABC fecha acordo para pagamento de mais R$ 6 milhões em dívidas trabalhistas

O ABC fechou novo acordo no Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) para pagar R$ 6 milhões em dívidas trabalhistas. No acordo, serão beneficiados jogadores como os goleiros Andrey e Camilo, os volantes Márcio Passos e Daniel Amora, os zagueiros Flávio Boaventura e Gladstone e o atacante Nando. No total, são 14 processos.

A audiência, realizada na segunda-feira, foi conduzida pelo presidente do TRT-RN, desembargador Bento Herculano Duarte Neto, e fez parte da programação da Semana Nacional da Execução Trabalhista no estado. O juiz do trabalho Michael Knabben, coordenador do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Justiça do Trabalho (Cejusc-Mar), também participou das negociações.

De acordo com o TRT, o valor será pago em 60 parcelas, a partir de 5 de dezembro.

Flamengo se impõe, empata com Inter e está na semi da Libertadores após 35 anos

Pílulas de emoção e uma classificação com autoridade. O Flamengo está de volta à semifinal da Libertadores após 35 anos. O Internacional até saiu na frente no Beira-Rio, deu contornos de drama a boa parte do jogo no segundo tempo, mas o 1 a 1 da noite de quarta-feira premiou um Rubro-Negro senhor de mais de três quartos da eliminatória. Rodrigo Lindoso abriu o placar de cabeça, o Colorado se mandou para o tudo ou nada, e Gabigol aproveitou contra-ataque para decretar colocar os cariocas no caminho do Grêmio por um lugar na decisão.

A SEMIFINAL

Flamengo volta a Porto Alegre para encarar o Grêmio, dia 2 de outubro, em data a ser confirmada pela Conmebol. A volta acontecerá no Maracanã, dia 23. A outra semifinal já tem o Boca Juniors classificado, após empate sem gols na Bombonera, também quarta-feira. O adversário sairá do duelo entre River Plate e Cerro Porteño, nesta quinta, em Assunção. Os argentinos fizeram 2 a 0 no jogo de ida.

G 1

ABC é rebaixado para a Série D com uma rodada de antecedência

O ABC é o terceiro clube rebaixado para a Série D do Campeonato Brasileiro este ano – os outros dois foram Luverdense e Atlético-AC, do Grupo B. Lanterna do Grupo A da Série C, com 15 pontos, o Alvinegro não tem mais chances de sair do Z-2 com a conclusão da penúltima rodada, neste domingo – o Treze venceu o Confiança fora de casa e chegou aos 18 pontos, com cinco vitórias, na oitava posição; o ABC, se vencer na última rodada, só pode chegar a quatro vitórias.

– A competição nos deu muitas oportunidades de escapar do rebaixamento. Não tivemos competência para fazer – falou um desanimado Roberto Fernandes na coletiva de sábado, após o empate por 1 a 1 com o líder Sampaio Corrêa.

Parecia prever a queda antecipada. Em 17 jogos, foram apenas três vitórias, seis empates e oito derrotas. Ainda tem um jogo para fazer, na última rodada, na qual enfrenta o Globo FC no Barretão, em Ceará-Mirim. A partida está marcada para sábado, às 17h.

Sem salvação

Ao longo do campeonato, o ABC teve três treinadores. O primeiro foi Ranielle Ribeiro, que vinha do vice-campeonato no estadual e saiu de cena após a derrota para o Confiança na terceira rodada. Conquistou quatro dos 15 pontos da equipe. A diretoria alvinegra, então, apostou em Sérgio Soares. Foram quatro derrotas sob o comando dele e a crise estava instalada.

Chegou a vez de Roberto Fernandes ser acionado para salvar o ABC, como havia conseguido em 2013, na Série B. Desta vez, não teve como reforçar o elenco como queria e precisava. Teve 10 rodadas para tirar o time da zona de rebaixamento, mas não obteve sucesso. Apesar de fazer bons jogos na reta final, a equipe sucumbiu à incompetência no setor ofensivo, amargando resultados negativos frustrantes.

Quando ensaiava embalar uma sequência positiva, sempre vinha um tropeço. Assim aconteceu na derrota de virada para o Confiança, no Frasqueirão, por exemplo. O empate com o Botafogo-PB em João Pessoa também foi dolorido. A injustiça (existe no futebol?) foi o empate sem gols com o Santa Cruz, massacrando o Tricolor do início ao fim e parando no goleiro Anderson. Ou seria na incompetência do setor ofensivo?

Roberto Fernandes lamenta incompetência do ABC para fazer gols — Foto: Diego Simonetti/@MajorFotografiasRoberto Fernandes lamenta incompetência do ABC para fazer gols — Foto: Diego Simonetti/@MajorFotografias

Roberto Fernandes lamenta incompetência do ABC para fazer gols — Foto: Diego Simonetti/@MajorFotografias

– Um dos fundamentos que mais a gente trabalhou desde a minha chegada aqui foi a finalização. Até porque é minha característica, sempre fui um treinador com vocação ofensiva. Nos treinamentos o rendimento não é satisfatório, infelizmente. No que diz respeito à dedicação desse grupo, eu seria covarde se eu não respeitasse todos eles. Esse grupo nunca fez corpo mole em treinamento, nunca deixou de se entregar 110% nos jogos que eu comandei. A outra coisa é conseguir a melhor tomada de decisão e a competência de finalização. Isso aí é inegável. Do nosso grupo, a gente tem o pior ataque – comentou Roberto, ainda no sábado, falando sobre um dos fatores desta trajetória para o rebaixamento.

Será a primeira vez do ABC na Série D. Na última divisão do Brasileirão, terá a companhia do arquirrival América-RN, que está neste “inferno” há três temporadas – caiu no mata-mata para Juazeirense, Imperatriz e Jacuipense nos três anos, respectivamente. Na Série D de 2020, o Rio Grande do Norte ainda terá o Potiguar de Mossoró, terceiro colocado no estadual deste ano, e pode ter o Globo FC, que agora luta contra o rebaixamento com o Treze.

Grêmio faz 2 x 0 no Furacão e leva vantagem para o jogo de volta

O Grêmio exerceu sua força como mandante e abriu boa vantagem para o jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil, marcada para o dia 4 de setembro, às 19h, na Arena da Baixada. Com gols de André e Jean Pyerre, a equipe de Renato Gaúcho fez 2 x 0 na Arena do Grêmio.

A maior parte da partida foi marcada pelo equilíbrio e pelo jogo truncado, sem muito espaço para jogadas promissoras, mas time de Éverton Cebolinha, Geromel e companhia soube controlar as ações e atacar nas horas certas. Complicou a vida do time de Tiago Nunes, mas em casa, no famoso “tapetinho”, o Furacão pode fazer milagre em Curitiba.