Carlos Nascimento

Conmebol estuda final da Libertadores entre Fla e River em dois jogos

A final única da Libertadores continua dando o que falar dentro da Conmebol. Diante da série de protestos que o Chile atravessa nas últimas semanas, a entidade máxima do futebol sul-americano, que chegou a garantir a decisão em Santiago, pode voltar atrás na decisão.

 

De acordo com o jornalista Nicolás Distasio, da “TNT Sports”, a Conmebol estuda organizar uma reunião com dirigentes de River Plate e Flamengo para negociar a final da Libertadores em dois jogos.

 

“Fui informado que a Conmebol estuda a possibilidade de voltar atrás na decisão marcada para Santiago do Chile e realizar a final deste ano em dois jogos, assim como aconteceu até o ano passado”, afirmou o comentarista.
O grande receio da entidade é que os protestos contra o governo chileno não tenham trégua e possa interferir na disputa da primeira final da Libertadores em campo neutro, marcada para o dia 23 de novembro.

 

Caso decida por jogos de ida e volta, a primeira partida seria realizada no Monumental de Núñez e a volta no Maracanã, palco da decisão de 2020 do torneio continental.
 Meia Hora

Polícia Civil prende condenado por estupro de vulnerável em Mossoró

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró prenderam, nesta quarta-feira (30),  Manoel Salvador da Silva Neto, 56 anos.

Ele foi preso no bairro Boa Vista, em cumprimento de mandado de prisão por sentença condenatória, pela prática do crime de estupro de vulnerável.

De acordo com investigações realizadas pela Polícia Civil, Manoel Salvador teria praticado o crime duas vezes contra uma criança de 8 anos, no ano de 2015.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS*

Pesca de camarão e lagosta será proibida a partir de 1º de novembro por ‘provável contaminação química’ por óleo no Nordeste

O governo publicou nesta terça-feira (29) a instrução normativa que estabelece, em caráter excepcional, períodos adicionais de restrições à pesca de camarão e lagosta, o chamado “defeso”.
A medida é motivada pela “provável contaminação química” devido ao derramamento de óleo que levou ao surgimento das manchas de óleo no litoral do Nordeste – desde 30 de agosto, mais de 200 locais foram afetados pelas manchas. O documento ainda cita a “grave situação ambiental” decorrente da poluição pelo petróleo.
A restrição para a pesca de camarões rosa, branco, sete-barbas e lagosta vermelha e verde abrange a divisa dos estados de PE e AL e a divisa dos municípios de Mata de São João e Camaçari, na BA, durante todo o mês de novembro.
De novembro até o fim de dezembro, estão restritas as pescas de camarões rosa, branco, e sete-barbas na divisa da BA e do ES, e na divisa do PI com o CE. A atividade também será restrita entre a Mata de São João e Camaçari, na BA (veja detalhamento abaixo).
Confira abaixo o detalhamento das restrições:
De 1º a 30 de novembro de 2019:
  • pesca das lagostas vermelha (Panulirus argus) e verde (P. Laevicauda);
  • pesca de arrasto e a pesca artesanal de camarões rosa (Farfantepenaeus subtilis e Farfantepenaeus brasiliensis), branco (Litopenaeus schmitti) e sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri)
  • na divisa dos estados de Pernambuco e Alagoas
  • na divisa dos municípios de Mata de São João e Camaçari, na Bahia

 

De 1º de novembro a 31 de dezembro do ano de 2019:
  • pesca de camarões rosa (Farfantepenaeus subtilis e Farfantepenaeus brasiliensis), branco (Litopenaeus schmitti) e sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri)
  • na divisa dos estados do Piauí e Ceará
  • na divisa dos estados da Bahia e Espírito Santo
  • na divisa dos municípios de Mata de São João e Camaçari, na Bahia

 

Parcela extra do seguro defeso
Há uma semana, o governo anunciou que vai pagar uma parcela extra do seguro defeso no mês de novembro a pescadores artesanais que tiveram as atividades afetadas devido às manchas de óleo.
O seguro defeso é um benefício pago a pescadores profissionais impossibilitados de desenvolver suas atividades durante o período de reprodução das espécies, quando a pesca é proibida.
Serão destinados R$ 59,9 milhões para esta parcela extra do seguro. Como o óleo afetou a área marinha, o benefício será pago somente aos pescadores dos locais atingidos, independentemente da espécie pescada, segundo o secretário de aquicultura e pesca da pasta, Jorge Seif Júnior.
Manchas de óleo no Nordeste
As autoridades brasileiras ainda não esclareceram o que levou ao surgimento do petróleo no litoral.
Uma reportagem do G1 desta terça aponta que existe um protocolo internacional para limpeza de óleo nas praias, com alertas para 4 situações enfrentadas no Nordeste. No entanto, o governo brasileiro não seguiu os métodos apontados no contato com o óleo, no descarte de resíduos, no óleo boiando no mar e nos corais e mangues.
Protocolo internacional para limpeza de óleo nas praias traz alertas para 4 situações enfrentadas no Nordeste
O diretor de Assuntos Corporativos da Petrobras, Eberaldo Neto, disse na sexta-feira (25) que a estatal identificou que o óleo encontrado é uma mistura de material proveniente de três campos de petróleo da Venezuela, mas ressaltou que não é possível identificar como foi liberado na costa nordestina.
Experimentos mostram como manchas de óleo estão se espalhando pelo Nordeste
O executivo afirmou que “provavelmente” o vazamento teve início em um navio de passagem pelo litoral e associado a atividades ilegais, uma vez que o problema não foi reportado às autoridades.
O governo da Venezuela disse em 10 de outubro que não é responsável pelo petróleo que atingiu praias do Nordeste brasileiro e que não recebeu qualquer relato de clientes ou subsidiárias sobre vazamentos perto do país.
G1

Adolescente é assassinado a tiros após ter sua casa invadida durante a madrugada no bairro Santo Antônio

A violência não dar trégua a Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, localizada na região Oeste do estado. Na madrugada desta quarta feira 30 de outubro de 2019, mais um crime de homicídio é registrado na cidade, o sexto em menos de 24 horas.

O crime aconteceu por volta das 02h00min, na rua Tabelião Aoem Menescal (antiga Nova Descoberta) na entrada do Loteamento Santa Helena, no bairro Santo Antônio, onde foi vítima José Eduardo de Melo Andrade de 16 anos de idade. Ele foi alvejado com vários tiros, após ter sua casa invadida pelos assassinos e morreu deitado na rede onde dormia.

De acordo com o delegado de plantão Dr. Roberto Moura, que esteve com sua equipe no local, os criminosos arrombaram o portão da garagem na lateral da casa, invadiram a residência e mandaram que os pais de José Eduardo se afastassem e o executaram com tiros principalmente na região da cabeça. Após o crime, os atiradores fugiram e não foram identificados.

O pai da vítima, disse ao delegado que o filho há muito tempo que não pernoitava em casa e que a cerca de dois dias ele voltou a dormir com os pais, mas não soube informar se o filho teria recebido algum tipo de ameaça. José Eduardo já cumpriu medidas sócio-educativas no Ceduc por infração análogo a roubo e que havia deixado o órgão no início desse ano.

Ainda não há informação sobre a motivação do crime e a polícia desconhece a identidade dos responsáveis pelo assassinato. Após a perícia, o corpo do adolescente foi recolhido para ser necropsiado no ITEP. Mossoró já contabiliza 178 homicídios em 2019.

local

local

rabeca

Preso do regime aberto é morto a tiros dentro de Açaí no bairro Planalto 13 de Maio

A cidade de Mossoró registra nesta noite de terça feira 29 de outubro de 2019, mais um crime de homicídio provocado por disparos de arma de fogo, o quinto assassinato do dia. Desta vez o crime a aconteceu dentro de um Açaí localizado no cruzamento das Ruas Martins Júnior com Manoel Adelino, vizinho ao Antigo Cabaré “Vem que Tem” no Planalto 13 de Maio.

A vítima o preso de justiça, cumprindo pena no regime aberto, assinado o livro de presença do judiciário,Valmir Alves Segundo, “Segundinho”de 24 anos, morador do bairro Belo Horizonte, foi morto com vários tiros no interior do seu estabelecimento comercial

Segundo informações repassadas pela PM que atendeu a ocorrência e isolou a área do crime, o jovem estava em seu comércio, inaugurado a cerca de dois meses atrás, quando desconhecidos chegaram em um veículo não identificado, entraram no prédio e executou a vítima, que não teve chance de defesa.

De acordo com o site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Valmir Alves Segundo, respondia respondia processo por porte ilegal de arma fogo.  A Polícia informou que ele era investigado como participante de um duplo homicídio ocorrido a alguns anos atrás no bairro Boa Vista em Mossoró.

O delegado de plantão Dr. Roberto Moura esteve no local colhendo informações e ao conversar com a Imprensa disse que não descarta a possibilidade do crime está relacionado a briga de facções criminosas. De acordo com o delegado há informações de que Valmir Segundo era envolvido em uma fação criminosa, denominada de “Caveiras” que atua na região do bairro Belo Horizonte.

Após os procedimentos de perícia, o corpo da vítima foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal do Itep para ser necropsiado e depois liberado para sepultamento. Mossoró já contabiliza 177 homicídios em 2019. Caso a ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

pc

local

 

Cidades nordestinas ampliaram investimentos em 2018

Os maiores aumentos entre as cidades selecionadas, segundo a publicação, foram registrados em Aracaju (SE), com 361,9%, passando de R$ 12,3 milhões em 2017 para R$ 56,8 milhões no ano passado; seguida por Mossoró (RN), com 178,8%, pulando de R$ 14,3 milhões para R$ 39,9 milhões no mesmo intervalo; e Camaçari (BA), com 122,6%, ampliando de R$ 35,5 milhões para R$ 79,1 milhões.

Dentre as que registraram queda em investimentos estão Campina Grande (PB), de 34,9%, Juazeiro do Norte (CE), de 28,3%, Caucaia (CE), com redução de 27,3%, Teresina (PI), com 24,9%, e Feira de Santana (BA), com decréscimo de 22,3%. Os valores são corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) médio de 2018.

Das capitais, além de Aracaju (SE) e Teresina (PI), como já citados, as demais tiveram crescimento nos investimentos feitos no ano passado: Maceió (AL), com alta de 91%, totalizando R$ 38 milhões; Salvador (BA), com acréscimo de 72%, com R$ 436,5 milhões; Recife (PE), com incremento de 49,2%, com R$ 281,7 milhões; João Pessoa (PB), com aumento de 6,5%; São Luís (MA), com 2,7% e Fortaleza (CE), com 1,8%.

Jovem de 24 anos baleado com três tiros na cabeça no Jardim das Plameiras morre no Hospital Tarcísio Maia

A cidade de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, registra mais um crime de homicídio, provocado por disparos de arma de fogo, elevando para 173 o número de assassinatos no ano de 2019.

Um jovem de 24 anos de idade, identificado como, Daryo Magdyel Barbosa Ferreira,foi alvejado com quatro tiros, sendo três na cabeça e um na perna, noite desta segunda feira 28 de outubro de 2019, no Conjunto Jardim das Palmeiras, no bairro Dom Jaime Câmara.

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência de disparos de arma de fogo e quando chegou no local, se deparou com a vítima caída no meio da rua com perfurações de tiros na cabeça e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O Fiscal de Policiamento do 12º BPM, sargento Rosinaldo informou que no local, ninguém quis dar qualquer informação a respeito do ocorrido.

Após receber os primeiros atendimentos no local, o jovem foi conduzido pela equipe Alfa do Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia, porém não resistiu e morreu no início da manhã desta terça feira (29), naquela unidade hospitalar.

Até o momento, não há informações sobre a motivação do crime mas a polícia acredita que a morte do jovem esteja relacionada com briga de facções criminosas rivais. Segundo informações Daryo teve um irmão assassinado há alguns anos atrás no mesmo bairro onde ele foi baleado na noite de hoje.

O corpo será removido do necrotério do HRTM para o IML do Itep, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa DHPP

vitima

Fruticultura do RN assina acordo de exportação de frutas para China e prevê criação de 10 mil empregos

O setor de fruticultura do Rio Grande do Norte fechou um acordo para abertura do mercado chinês à produção de melão potiguar. O acordo para a exportação foi assinado no país asiático na madrugada da última quarta-feira (23) e a expectativa do setor é de que o potencial do mercado resulte na geração de 10 mil novos empregos diretos nos próximos três anos. O estado é o maior exportador de melão no país.

A informação foi divulgada pelo governo do estado. De acordo com o Poder Executivo, os primeiros contêineres com frutas produzidas no estado devem ser enviados à China a partir de fevereiro, consolidando a exportação plena a partir da safra 2020-2021.

Em julho deste ano, uma missão formada por diplomatas e empresários chineses visitou as plantações de melão no Oeste Potiguar. A visita foi articulada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), junto à embaixada chinesa em Recife para aproximar as relações e buscar novos negócios. Em maio, empresários potiguares também participaram de uma comitiva brasileira, montada pelo Ministério da Agricultura, que visitou a Ásia.

Presidente da a Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Fruticultura do MAPA, e do Comitê Executivo de Monitoramento da Mosca das Frutas (Coex), o produtor Luiz Roberto Barcellos afirmou ao G1, em abril, que as negociações com a China para a entrada do melão brasileiro no país já duravam cinco anos. Os chineses temiam, por exemplo, a entrada de pragas como a mosca-da-fruta. Porém, o estado é livre dela.

Visita

A Cônsul Geral da República Popular da China no Brasil, Yan Yuqing, visitou a Agrícola Famosa – maior produtora no estado – em julho, quando veio ao Rio Grande do Norte trazendo uma comitiva para avaliar as potencialidades e buscar possíveis investimentos para o estado. “Em dois anos, poderíamos exportar duas vezes a quantidade de melão que exportamos hoje”, justificou o empresário Luís Barcelos, que já comercializa seu produto para países como Inglaterra, Holanda, Alemanha, Itália, Portugal, Espanha, Chile e Argentina.

Durante a passagem dos chineses no estado, foi realizada uma rodada de negócios onde foram discutidas áreas de interesse comum entre os países, como energias renováveis, agricultura, indústria, transporte, infraestrutura urbana, entre outras.

Verão: autoridades preocupadas com surto de dengue 2

Enquanto os brasileiros sonham com o verão, o ministério e as secretarias estaduais de saúde preparam-se para o pesadelo da dengue. Especialistas esperam um forte surto do subtipo 2 da doença, que estava fora de circulação desde 2008 e, por isso, deve fazer muitas vítimas.

— A dengue é cíclica, sazonal, tem períodos de ascensão e de queda, como em 2017 e 2018 — explica Rodrigo Said, coordenador-geral de vigilância em arbovirose do Ministério da Saúde . — No fim de 2018, houve alteração de sorotipo no Brasil, em especial no Centro-Oeste e Sudeste. Nos anos anteriores, havia os tipos 1 e 4. Quando há alteração no sorotipo predominante, aumenta o número de pessoas suscetíveis a contrair o vírus.

Ator e diretor Jorge Fernando morre ao 64 anos no Rio de Janeiro

O ator e diretor Jorge Fernando, 64, faleceu na noite do último domingo (27), no hospital Copa Star, no Rio de Janeiro. Ele levado para o local à tarde, após ter sofrido um aneurisma. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

De acordo com o hospital, a causa da morte foi uma parada cardíaca em decorrência dessa complicação. Em 2017, Jorge Fernando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). O último trabalho dele na TV foi na direção artística da novela Verão 90, no primeiro semestre de 2019.