Sargento do Exército é baleado em assalto à padaria na Zona Leste de Natal

Um sargento do Exército foi baleado na tarde desta terça-feira (20) em uma tentativa de assalto a uma padaria no bairro Alecrim, na Zona Leste de Natal. O homem foi atingido com três tiros, deixou o local com vida e foi encaminhado ao pronto-socorro Clóvis Sarinho. Os bandidos conseguiram fugir.

De acordo com o 1º Batalhão da Polícia Militar, que cobre a região, dois bandidos armados invadiram o estabelecimento e anunciaram o assalto por volta das 15h. Aos gritos, eles diziam que se houvesse um policial no local “iria morrer”, segundo relatado pelas testemunhas aos policiais.

Os criminosos começam a recolher os pertences dos clientes e o dinheiro do caixa – eles chegaram a conferir em um cliente se ele estava armado. O sargento aproveita um momento em que o bandido está de costas, distraído, e reage. Ele e o criminoso entram em luta corporal e o bandido consegue acertá-lo com tiros. Neste momento, os clientes que estão no local correm com medo para fora da padaria.

O outro bandido, que estava recolhendo o dinheiro do caixa, corre para ajudar o comparsa e também atira no sargento, que fica caído, sem reação. Os criminosos começam a fugir, mas em seguida um deles retorna e efetua mais um disparo no sargento. Depois de alguns segundos, a vítima ainda consegue se levantar.

O sargento foi atingido com três tiros, segundo a PM: dois na coxa e um no rosto. Os bandidos conseguiram fugir logo após a ação, levando alguns pertences de clientes, dinheiro do caixa da padaria e a arma do sargento.

Câmeras flagraram duelo entre o sargento e um dos bandidos — Foto: CedidaCâmeras flagraram duelo entre o sargento e um dos bandidos — Foto: Cedida

Continue reading…

Comissão da Seap e Defensoria Pública visita obras nas penitenciárias de Alcaçuz e Rogério Coutinho

As penitenciárias estaduais de Alcaçuz e Rogério Coutinho Madruga receberam, na manhã desta terça-feira (20), a visita de uma comissão formada por representantes da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) e da Defensoria Pública do Rio Grande do Norte, com objetivo de inspecionar os novos pavilhões e a realização de um mutirão processual, em outubro.

A visita teve início no Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga, onde foram construídos dois novos pavilhões (01 e 02), que nos próximos dias estarão recebendo os internos. Além de novas celas, parlatório e espaço para banho de sol, as novas instalações contam ainda com salas de aula e ambiente multi-uso, o qual pode abrigar outras ações de ressocialização mantidas pelo Departamento de Promoção à Cidadania da Seap.

Esse espaço foi o escolhido para a condução do mutirão processual, agendado para ocorrer na segunda quinzena de outubro, quando defensores públicos estarão nas unidades visitadas nesta terça-feira. A comissão visitou ainda os novos pavilhões e os reformados de Alcaçuz, onde também ocorrerá o mutirão. A expectativa é que mais de 2 mil internos sejam atendidos na entrevista inicial.

O titular da Seap, Pedro Florêncio Filho afirmou que o Estado acompanha de perto as obras nas unidades prisionais, o que resultará em mais vagas no sistema prisional. Ele considerou a visita com o representante da Defensoria foi importante para definir os detalhes do mutirão processual.

“Considero a visita oportuna ao lado do defensor público que cuida da área carcerária. Queremos atender todos os internos para identificar a situação de processo de cada um e isto resulte e progressão de regime, diminuindo a superlotação. Outra forma é aumentar o número de vagas, que já estamos fazendo”, disse.

O defensor público Serano Marcos Torquatto Valle explicou que em um primeiro momento, os defensores farão um levantamento de dados por meio de entrevista, com objetivo de identificar aquelas pessoas privadas de liberdade com processos pendentes, referente a julgamento e progressão de pena.

Comissão da Seap e Defensoria Pública visita obras nas penitenciárias de Alcaçuz e Rogério Coutinho

Fonte: Assessoria de Imprensa Seap/RN

Feministas cobram investigação para apurar se “Bia Beatriz” foi vítima de espancamento

A travesti Bia Beatriz – popularmente conhecida em Mossoró – está internada há quatro dias no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), após sofrer um mal súbito em um bar no centro de Mossoró. Para o Motim Feminista, Bia pode ter sido espancada antes de sofrer o desmaio dentro do estabelecimento. O grupo cobra investigação da Polícia Civil.

Imagens do circuito externo do estabelecimento, mostra o momento exato que Bia chega ao comércio meio desorientada. Logo em seguida, o circuito interno registra o momento que Bia perde a força nas pernas e cai com o rosto no chão.

Segundo o grupo, diversos profissionais relataram que a quantidade e a gravidade de lesões não eram compatíveis com uma mera queda – mas sim com espancamento. “A queda que Bia sofreu pode ter dado causa à fratura no nariz e algumas lesões na face – mas é incapaz de explicar seus olhos roxos, o politraumatismo no crânio, rosto e tórax, lesões na nuca e espalhadas pelo corpo” relatou.

“O Brasil é o país que mais mata pessoas LGBT no mundo. E a expectativa de vida de uma pessoa trans é de apenas 35 anos. Mossoró surge, nesse cenário, como um espaço onde a violência é um sintoma do ódio. É nosso dever desconfiar de toda narrativa que culpabilize exclusivamente a vítima. A Coletiva Motim Feminista vem por meio desta nota afirmar que vidas trans importam. Exigimos investigação policial independente e a intervenção de uma perícia médico-legal para aferir se houve espancamento”, concluiu o grupo na nota divulgada nesta segunda-feira (19).

Fonte: O Camera

Polícia recupera dois carros roubados nesta terça feira em Mossoró.

Dois carros sendo um Gol branco e um HB20 roubados nesta terça-feira em Mossoró, foram recuperados no final da tarde de hoje, um pela polícia militar e o outro pela Polícia rodoviária estadual.

O gol foi tomado de assalto na região do Abolição IV. Seu proprietário chegava em casa quando foi abordado por dois criminosos que chegaram de bicicleta, estavam armados de revólver e anunciaram o assalto, levando o carro.

A Polícia Militar foi acionada e após uma perseguição conseguiu recuperar o carro que foi abandonado na estrada do Óleo. Os criminosos conseguiram fugir e não foram localizados.

O outro carro recuperado, um HB20 de cor branca foi tomado de assalto no Santa Delmira, quando a condutora chegava em casa, foi rendida pelos bandidos que fizeram um verdadeiro arrastão e ainda levaram o carro.

O HB20 foi localizado pela Polícia rodoviária estadual no final da tarde na Rua Francisco Lopes dos Santos no bairro Costa e Silva. Os objetos roubados da residência não foram localizados pelos policiais. o

Os dois carros recuperados foram encaminhados à Delegacia de furtos e roubos e apresentados no setor de vistoria daquela especializada para os procedimentos cabíveis. Apesar das buscas realizadas tanto pela polícia militar quanto pela Polícia rodoviária estadual nenhum suspeito foi preso até o momento.

Itep vai usar tecnologia 3D para reconstrução facial de cadáveres não identificados no RN

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) vai começar a utilizar tecnologia 3D para fazer a reconstrução facial de cadáveres não identificados no estado. O uso desse método acontece após parceria com o professor Cícero Morais, que é designer 3D e especialista em reconstrução facial forense – ele irá fornecer de forma gratuita os softwares que desenvolveu ao Itep.

 O novo recurso vai possibilitar reconstruir a face em crânios encontrados em cenas de crimes, aproximando com a fisionomia real e identificando o cadáver que foi encontrado em decomposição. “Conseguimos atender várias demandas, entre elas a da perícia criminal com a aproximação da fisionomia da face de um cadáver e até mesmo de um corpo inteiro”, explicou o professor Cícero Morais.

O novo recurso poderá ser usado ainda de outras formas. “Há a possibilidade ainda de utilizar a fotogrametria, que possibilita a partir de fotografias de um objeto, reconstruí-lo em 3D. Podemos ainda importar e converter tomografias, separando áreas especificas como osso, tecido, dentes, o que permite, também na área pericial, digitalizar cenas de crime para fazer aproximações de acidente de trânsito, por exemplo”, completou o professor. Continue reading…

Veículo transportando 160 Kg de maconha cai em lagoa após ser perseguido pela PRF em cidade do RN

A ocorrência foi registrada na noite de segunda feira 19 de agosto de 2019, no município de Monte Alegre, região Metropolitana de Natal no Rio Grande do Norte. Segundo a PRF, equipes realizavam fiscalização no km 115 da BR-101, em São José de Mipibu, quando o condutor de um Corsa Sedan, ao perceber a barreira policial, fez uma manobra repentina e voltou em direção a cidade de Monte Alegre.

Os policiais rodoviários federais iniciaram uma perseguição ao veículo suspeito e após percorrerem vários quilômetros com diversas ordens de parada, já na zona rural de Monte Alegre, o condutor do Corsa perdeu o controle do veiculo, saiu da pista de rolamento caindo em uma lagoa. Após os procedimentos de resgate, a PRF encontrou no porta-malas do veículo  232 tabletes de maconha, pesando 166,2 quilos.

O casal que ocupava o Corsa, recebeu voz de prisão. Eles disseram que receberam a droga em um posto de combustíveis na cidade de Macaíba, e que a entregaria na cidade de Campina Grande no estado da Paraíba, onde recberiam 5 mil reais pelo transporte do material ilícito.

O casal, identificado como, Jonas Marques de Souza, 32 anos e Carla Rosália Cavalcante Agostinho encaminhado à Central de Flagrantes da Polícia Civil em Natal, onde foi autuado por tráfico de droga ficando a disposição da justiça.

droga

Governabilidade de Bolsonaro passará por escolha de PGR

O inverno está chegando Sinais emitidos por Jair Bolsonaro colocaram em alerta integrantes da PGR. Somada às mudanças na Receita Federal e no Coaf, a demora para indicar o nome que vai liderar o MPF fez grupos de procuradores se organizarem para planejar reação caso a escolha do presidente seja heterodoxa. Para um articulado membro da carreira, se o Planalto optar pelo subprocurador Antonio Carlos Simões Soares, como aventado nos últimos dias, “caos será pouco para descrever o que será da Procuradoria”.

Cara/crachá

A predileção da família Bolsonaro por Soares foi revelada pela revista Época. Recebido pelo presidente dia 13, ele é um desconhecido até para procuradores experientes. Como os rumores sobre o apoio a ele no Planalto cresceram, investigadores que disputaram eleição interna para a lista tríplice foram buscar informações.

Faça-se a luz

Um desses procuradores conta que, ao questionar um colega sobre a personalidade de Soares, ouviu como resposta: “Ele é trevoso”.

Padrinho

Apontado como uma indicação de Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Soares caiu nas graças da família do presidente pelas mãos de outra pessoa, o advogado Frederick Wassef. Este representa Flávio na ação que levou o presidente do STF, Dias Toffoli, a suspender apurações que tenham usado dados da Receita e do Coaf sem aval da Justiça.

Salve-se quem puder

Um ex-juiz federal que conhece bem a PGR diz que, se Bolsonaro optar por um nome sem qualquer conexão com o restante do MPF, o cenário mais provável é o de “ingovernabilidade, com diversos grupos se digladiando diante de um procurador-geral sem um mínimo de autoridade”.

Fonte: Thaisa Glavão

Projeto sobre porte de armas pode ser votado esta semana na Câmara

O plenário da Câmara dos Deputados pode votar, esta semana, o Projeto de Lei 3.723/19, do Poder Executivo, que permite a concessão, por decreto presidencial, de porte de armas de fogo para novas categorias, além das previstas no Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03).

Na semana passada, o plenário da Casa aprovou o regime de urgência para votação da proposta. Atualmente, o porte só é permitido para as categorias descritas no Estatuto do Desarmamento, como militares das Forças Armadas, policiais e guardas prisionais.

O porte de armas consiste na autorização para que o indivíduo ande armado fora de sua casa ou local de trabalho. Já a posse só permite manter a arma dentro de casa ou no trabalho.

Brasil tem 45 milhões de desbancarizados, diz pesquisa

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva revela a existência no Brasil de 45 milhões de desbancarizados, ou seja, brasileiros que não movimentam a conta bancária há mais de 6 meses ou que optaram por não ter conta em banco. Isso significa que de cada 3 brasileiros, 1 não possui conta bancária.

De acordo com a sondagem, esse grupo movimenta anualmente no país mais de R$ 800 bilhões.

Na avaliação do presidente do Instituto Locomotiva, Renato Meirelles, a conclusão do levantamento é que o Brasil sairia mais rápido da crise econômica se a bancarização crescesse.

“É muito ruim para a economia brasileira. Ficou definido na pesquisa que os bancos que operam no país ainda não falam com uma parcela significativa da população e que muitas dessas pessoas que não têm conta em banco são empreendedores, entre os quais ambulantes e trabalhadores autônomos, que precisariam estar mais inseridos na economia formal.”

Robô faz processos ficarem mais rápidos na Justiça Federal do RN

Um robô tem feito acelerar o andamento dos processos na Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Produzido pelo setor de tecnologia da informação do órgão, o programa foi implantado há cerca de um mês e tem dado celeridade aos processos neste período.

Atualmente, o programa está em fase de testes na 6ª Vara de Execução Fiscal e é aplicado apenas em algumas partes do procedimento. Dentro da Justiça Federal do RN, o que se entende é que o robô é capaz de fazer trabalhos mais padronizados em apenas dois segundos – algo que levaria cerca de cinco minutos nas mãos de um servidor.

Mais do que apenas o tempo de trabalho reduzido e um processo mais acelerado, a alternativa tecnológica neste caso tem a intenção de utilizar o servidor, que antes fazia esse serviço metódico, em uma esfera mais importante da atividade do judiciário.

“Estamos pegando essas partes do processo que são repetitivas, padronizadas e fazendo com que um robô, um programa faça ao invés de um servidor. Estamos pegando aquele servidor que fazia um trabalho repetitivo e deslocando para um trabalho que exija realmente um maior raciocínio, uma maior inteligência humana”, explicou o juiz federal Halisson Rêgo Bezerra ao G1.